Menu:


Ao Vivo

Links Úteis

Nossa Audiência


Estatísticas:

Total de visitas: 299142
Visitas hoje: 8


"Foi um assassinato a sangue frio", diz filha de professor de Itaiópolis morto

A Polícia Civil investiga


RádioA Polícia Civil investiga o assassinato de um professor de Itaiópolis, do Planalto Norte, que foi encontrado morto, próximo à casa de campo da família, na localidade de Baía do Itajaí, no município de Santa Terezinha, na região de Rio do Sul.


De acordo com informações da Polícia Militar de Santa Terezinha, o corpo de Hercílio Max Junior, de 52 anos, foi encontrado por familiares e amigos, na tarde de sábado, quando ele teria combinado de receber os conhecidos para um jantar.



Até o momento, ninguém foi preso, mas a polícia já tem suspeitas sobre o suposto autor dos três disparos que atingiram a cabeça do professor. A Polícia Civil de Santa Terezinha abriu um inquérito para investigar o assassinato.


Morador de Itaiópolis, Hercílio era professor da Escola de Educação Básica Virgílio Varzea desde a década de 80, mas segundo a direção da escola estava afastado das atividades, como professor de física, para um tratamento de saúde. Ele também foi secretário de Viação e Obras Públicas de Itaiópolis.


Segundo colegas de trabalho, que prestaram uma homenagem ao profissional na manhã desta segunda-feira, a notícia chocou a comunidade, já que Hercílio era uma pessoa muito tranquila. A família também está inconformada.


"Foi um assassinato a sangue frio, porque o laudo mostra que ele foi morto com dois tiros por trás, na nuca, e um na testa", diz a filha, Andréa Max, que clama por Justiça. O enterro foi realizado no domingo, em Itaiópolis.


Fonte: A NOTÍCIA


Ver todas as notícias