Menu:


Ao Vivo

Links Úteis

Nossa Audiência


Estatísticas:

Total de visitas: 299142
Visitas hoje: 8


DENGUE EM SANTA CATARINA

Já são 104 o número de casos no estado


RádioDurante o fim de semana, 12 novos casos de dengue foram confirmados em Santa Catarina. Já são 104 pessoas diagnosticadas com a doença somente em 2015 no Estado, segundo relatório divulgado nesta segunda-feira pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) da Secretaria de Estado da Saúde. O número de casos autóctones (transmitidos dentro do próprio Estado), no entanto, permaneceu inalterado em 60. Todos foram infectados em Itajaí — 59 são residentes no município e um morador de Balneário Camboriú, mas que contraiu a doença em Itajaí. O levantamento mostra que há o registro de 11 casos importados (contraídos em outros estados/países) e 33 confirmados em investigação para determinar a origem. Os casos foram registrados em:
- Araranguá (1)
- Balneário Barra do Sul (1)
- Balneário Camboriú (1)
- Blumenau (1)
- Brusque (1)
- Florianópolis (2)
- Guaramirim (1)
- Itajaí (89)
- Joinville (2)
- São José do Cedro (1)
- Três Barras (1)
- moradores de outros locais do Brasil diagnosticados em Santa Catarina (3)
No Estado, há 1.320 focos do mosquito Aedes aegypti que transmite a doença. Entre os municípios, os que registram o maior número de focos são Chapecó (348), São Miguel do Oeste (136), Joinville (130), Balneário Camboriú (124), Itajaí (110), Xanxerê (75), Xaxim (70) e Itapema (27).É a primeira vez nos últimos oito anos que o número de pessoas que contraíram a doença dentro do Estado é maior do que o de casos importados. Essa característica aumenta o risco de que a doença se espalhe para outros locais.
— O ano passado, com exceção de três casos em Itajaí, nós não tivemos transmissão. Os outros casos eram todos importados. Este ano nós estamos tendo um surto no Estado – explica a gerente de vigilância de Zoonoses da Secretaria de Estado da Saúde, Suzana Zeccer. Em anos anteriores, as contaminações ocorreram mais ao final do verão, período que concentra a reprodução do mosquito.

Fonte: Diário Catarinense


Ver todas as notícias