Menu:


Ao Vivo

Links Úteis

Nossa Audiência


Estatísticas:

Total de visitas: 299277
Visitas hoje: 2


FOGO EM SANTOS

Incêndio impede passagem de caminhões para o Porto


RádioO incêndio que atinge tanques de combustíveis desde a última sexta-feira em Santos, no litoral de São Paulo, provocou o bloqueio da passagem de caminhões pela entrada principal do porto da cidade na manhã desta segunda-feira. Os veículos são retidos ainda a interligação das rodovias Anchieta e Imigrantes, no trecho de planalto. Caminhões com destino ao Guarujá às rodovias Padre Manoel da Nóbrega ou Cônego Domênico Rangoni são liberados para prosseguir viagem. Segundo a concessionária que controla o Sistema Anchieta-Imigrantes, os caminhões começaram a ser retidos às 5h. Os caminhões que chegaram ao ponto de bloqueio poderão parar em um bolsão na própria rodovia ou retornar para as cidades de origem.
Incêndio:
Na noite de ontem, o fogo se restringia a dois tanques no depósito da Ultracargo, segundo informou a Defesa Civil. As equipes que trabalham no local desde quinta-feira, dia do início do incêndio, retiraram os componentes químicos dos depósitos, pelo risco de explosão e liberação de fumaça tóxica, que poderia colocar a população em risco. Os bombeiros já estão com um plano de evacuação, que ainda não foi implementado porque a situação está controlada. "O importante é que, até o momento, não há necessidade de tirar as pessoas que estão próximas ao local. Não houve nenhum pedido ao Governo Federal para isso. Mesmo tendo um cenário hoje estável precisamos estar preparados, ter esse plano. O pessoal do exército esta preparado para nos ajudar, mas tudo isso por questão de prevenção, ainda", disse o secretário-chefe da Casa Militar e coordenador estadual de Defesa Civil, José Roberto Rodrigues de Oliveira. Oliveira acrescentou que existem "muitos tanques com gasolina, etanol e até ácidos, uma infinidades de produtos químicos", mas que os que causavam mais preocupação foram isolados por uma barreira. O governo de São Paulo anunciou no sábado (04) a instalação de um gabinete de crise na prefeitura de Santos para acompanhar e tomar providências em relação ao incêndio nos depósitos da Ultracargo, que teve início na última quinta-feira (02).

Fonte: Terra


Ver todas as notícias