Menu:


Ao Vivo

Links Úteis

Nossa Audiência


Estatísticas:

Total de visitas: 299077
Visitas hoje: 82


ÔNIBUS COM IMIGRANTES CHEGAM A FLORIANÓPOLIS

43 estrangeiros vindos do Senegal e Haiti foram abrigados em ginásio


RádioDois ônibus com imigrantes vindos do Acre com 43 estrangeiros, sendo 25 senegaleses e 18 haitianos, chegaram por volta da 1h desta segunda em Florianópolis. Eles estavam desde quinta-feira na estrada rumo ao Sul do País, na longa trajetória em busca de emprego e melhores condições de vida. Alguns desembarcaram em Curitiba. Os veículos da empresa Eucatur foram direto para o ginásio Capoeirão, no Continente, onde a prefeitura montou um abrigo para recebê-los pelo tempo previsto de uma semana. A iniciativa mobiliza secretarias municipais da Assistência Social e Saúde e tem o apoio do governo do Estado. Com no máximo uma mala pequena de bagagem, os haitianos foram os primeiros a desembarcar. Na frente do ônibus havia um cartaz indicando que o destino final seria Criciúma, no Sul do Estado, onde já vivem milhares de imigrantes, mas todos os 18 passageiros, sendo 15 homens e três mulheres, ficaram em Florianópolis. Vinte minutos depois estacionou o segundo ônibus com o grupo de 25 senegaleses e todos também ficaram no ginásio. A maioria vestia toucas e alguns estavam de chinelos de dedos. Assustados com a presença de jornalistas e as câmeras, os estrangeiros pouco falaram.
Alguns diziam não falar português antes mesmo da tentativa de entrevista. Em geral, apesar de cansados com a longa viagem, não fizeram reclamações sobre o deslocamento. A queixa maior foi em relação às condições do abrigo em que estavam no Acre, situação que esperam não encontrar em Santa Catarina.
— Quero trabalhar na carpintaria — arriscou a dizer Jean Pierre Laguerre, 25 anos e um dos mais alegres.
Teresa, uma das mulheres que preferiu dizer apenas o primeiro nome, de 23 anos, se dizia esperançosa em trabalhar em confecção ou com pinturas, mas evitou alongar a conversa.

Fonte: A Notícia


Ver todas as notícias